CidadesEleições 2020Porto VelhoPrefeitoPSB

PSB avalia lançar Mauro Nazif à Prefeitura de Porto Velho em 2020

Atualmente Deputado Federal, Ex-prefeito da capital, com uma extensa trajetória política, o parlamentar e um nome a ser considerado para a disputa do “prédio do relógio”

Mauro Nazif Rasul é natural de Barra do Pirai-RJ, Médico, disputa eleições em Rondônia desde a década de 90.

Nas Eleições de 1990 concorreu ao cargo de Deputado Estadual, pelo PSDB alcançou 2493 votos, resultando na suplência.

Anúncio

Nas Eleições municipais de 1992, concorrendo pelo PSDB foi eleito Vereador em Porto Velho, obteve 1011 votos.

Nas Eleições de 1994, ainda pelo PSDB, foi eleito Deputado Estadual com 3954 votos.

Na Eleição de 1998, disputando pelo PSDB (sem coligação), alcançou 4, 734 votos (0, 932% dos votos válidos), assim sendo reeleito Deputado Estadual.

Nas Eleições do ano 2000, pelo PSB, disputa pela primeira vez a Prefeitura de Porto Velho, concorreram ao pleito naquele ano, Everton Leoni (PSDB), Francisco Sued de Brito Pinheiro Filho (PPRTB), Silvana Mota Davis Lourenço (PSL) e Carlos Alberto de Azevedo Camurça (PDT).

Carlos Camurça foi eleito no primeiro turno com 60.558 votos (42,37% dos votos válidos), Mauro Nazif alcançou o segundo lugar, obteve 50.908 votos (35,61% dos votos válidos).

Nas eleições de 2002, pelo PSB, pretendeu ser Governador do Estado de Rondônia, também almejando o cargo estavam Jose de Abreu Bianco (PFL), Ivo Narciso Cassol (PSDB), Edgard Manoel Azevedo (PRONA), Natanael Jose da Silva (PPB), Ernandes Santos Amorim (PRTB) e Acir Marcos Gurgacz.

No primeiro turno Mauro Nazif alcançou 96.758 votos (15,56% dos votos válidos), obtendo o quarto lugar na disputa, a eleição foi decidida no segundo turno que ocorreu entre Ivo Cassol e Bianco, sendo eleito Ivo Cassol.

Nas Eleições de 2004 disputa o cargo de Prefeito de Porto Velho com Antonio Morimoto (PMN), Everton Leoni (PSDB), Roberto Eduardo Sobrinho (PT), Oscar Ilton de Andrade (PL) e Jose Ribamar Araujo (PRONA).

Mauro Nazif alcança 54.611 votos (30,83% dos votos válidos), Roberto Sobrinho obtém 56.716(32,02% dos votos válidos), levando a disputa para o segundo Turno.

Totalizados os votos, Roberto Sobrinho e Eleito com 90.985 votos (54,30% dos votos válidos) Mauro Nazif obtêm 76.557 votos (45,69% dos votos válidos) e tem o anseio de ser Prefeito de Porto Velho adiado.

Nas Eleições de 2006, pelo PSB, elege-se Deputado Federal com 43.623 votos (5,96% dos votos válidos).

Nas Eleições de 2008 volta a aspirar ao cargo de Prefeito da capital, alem de Mauro Nazif (PSB) entraram na disputa, Roberto Sobrinho (PT), Garçon (PV), David Chiquilito Erse (PC do B), Hamilton Casara (PSDB) e Adilson Siqueira (PSOL).

No Pleito Roberto Sobrinho obtém 119.896 votos (59,51% dos votos válidos) sendo eleito no primeiro turno, Mauro Nazif que tem mais uma vez sua pretensão prorrogada alcança 16.993(8,43 % dos votos válidos).

Nas Eleições de 2010, concorrendo pela coligação Rondônia melhor para todos composta dos partidos PT/PSB é reeleito Deputado Federal com 64.792 votos (9,17% dos votos válidos)

Nas Eleições de 2012 mais uma vez candidata-se a Prefeitura de Porto Velho, o nome escolhido para a coligação, nada mais sugestivo, Porto Velho, A hora e agora, composta pelos partidos PSB/PDT.

Mas antes de ganhar e ser o Prefeito da capital, Mauro Nazif, disputou uma das eleições mais concorridas de Porto Velho, ao todo dez candidatos entraram na disputa, sendo que um pretenso teve sua candidatura indeferida.

Concorreram, Aluizio Vidal (PSOL), Dr. Jose Augusto (PMDB), Fátima Cleide (PT), Lindomar Garçon (PV), Mariana Carvalho (PSDB), Mario Português da Coimbra (PPS), Mario Sergio (PMN), Walterio Rocha (PSTU), o professor Jaderson Silva teve seu registro cassado pelo partido.

Apurados 100,00% dos votos, Mauro Nazif obteve 44.259 (18,99% dos votos válidos, Lindomar Garçon alcançou 57.698(24,76% dos votos válidos), estando os dois na disputa do segundo turno.

Após copiosas tentativas Mauro Nazif é eleito Prefeito de Porto Velho com 142.937 votos (63,03% dos votos válidos), Lindomar Garçon obtém 83.828 votos (36,97% dos votos válidos).

Após quatro anos, nas eleições de 2016, busca a reeleição, não obtendo sucesso, alcança 51.456 votos (24,15 % dos votos válidos), terminando o pleito em terceiro lugar.

Leo Moraes que obteve 55.656 (26,12% dos votos válidos) e Hildon que obteve 57.954 votos (27,20% dos votos válidos) disputaram  o segundo turno.

Eleito Hildon obteve 148.673 votos (65,15% dos votos válidos), Leo Moraes alcançou 79.534(34,85% dos votos válidos).

Candidato do PSB, Dr. Mauro Nazif obteve 30.399 votos (3,88% dos votos válidos) e foi eleito Deputado Federal em Rondônia no 1º turno das Eleições 2018. Em Porto Velho alcançou 22.162 votos (9,46% dos votos válidos), sendo o segundo mais votado para o cargo no município.

Com uma longa trajetória política, Ex-Prefeito, derrotado na investida da reeleição em 2016, Eleito Deputado Federal em 2018, Mauro Nazif e um dos nomes cotados para a sucessão eleitoral de 2020.

Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo