Política RO http://politicaro.com.br política no estado de Rondônia Tue, 11 May 2021 20:48:50 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.7.4 http://politicaro.com.br/wp-content/uploads/2019/10/cropped-favicon-emi-32x32.png Política RO http://politicaro.com.br 32 32 167530490 Ministério Público recomenda ao Município de Machadinho do Oeste que adote providências para garantir transparência na fila do SUS http://politicaro.com.br/ministerio-publico-recomenda-ao-municipio-de-machadinho-do-oeste-que-adote-providencias-para-garantir-transparencia-na-fila-do-sus/ Wed, 05 May 2021 14:33:16 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3763 O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, recomendou ao Município de Machadinho do Oeste que adote providências visando desenvolver instrumentos de transparência e publicidade na fila de consultas, exames e cirurgias, franqueando ao público acesso à referida fila, a fim de possibilitar que se estime …

O post Ministério Público recomenda ao Município de Machadinho do Oeste que adote providências para garantir transparência na fila do SUS apareceu primeiro em Política RO.

]]>

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, recomendou ao Município de Machadinho do Oeste que adote providências visando desenvolver instrumentos de transparência e publicidade na fila de consultas, exames e cirurgias, franqueando ao público acesso à referida fila, a fim de possibilitar que se estime o tempo previsto para a sua realização, bem como para evitar práticas de fura-fila.

Tal recomendação tem origem em denúncias recebidas no Ministério Público de que agentes políticos e servidores públicos estariam intervindo irregularmente na organização da “fila” de procedimentos eletivos, exames e consultas, com a consequente entrada de pacientes em posições privilegiadas, sem motivos técnicos para tanto.
Na recomendação, fica registrado que os procedimentos eletivos no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde devem ser realizados em ordem preestabelecida, acessível ao público, com a observância do critério cronológico e de outros parâmetros objetivos relacionados às necessidades do paciente.
Ainda, recomenda-se que os servidores públicos do setor de agendamento e regulação se abstenham de atender pedidos de agentes políticos e/ ou servidores públicos que visam, em razão do cargo, obter tratamento diferenciado e furar fila para determinados pacientes, sob pena de adoção de medidas judiciais pertinentes, inclusive criminais, em face de agentes políticos e servidores de qualquer esfera de poder que estejam solicitando, permitindo e/ou facilitando, em benefício próprio ou alheio, privilégios pessoais em detrimento do interesse público no respeito à ordem/agendamento na fila de procedimentos em geral na saúde pública de Machadinho do Oeste.
Por fim, além do Município de Machadinho do Oeste, a recomendação é direcionada à Câmara de Vereadores e ao Conselho Municipal de Saúde, a fim de que exerçam suas atribuições fiscalizatórias no sentido de coibir qualquer prática ilegal quanto à transparência na fila do SUS.
DCI-Departamento de Comunicação Integrada

O post Ministério Público recomenda ao Município de Machadinho do Oeste que adote providências para garantir transparência na fila do SUS apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3763
Ministério Público recomenda ao municipio de Ji-Paraná a organização da vacinação para evitar aglomerações http://politicaro.com.br/ministerio-publico-recomenda-ao-municipio-de-ji-parana-a-organizacao-da-vacinacao-para-evitar-aglomeracoes/ Tue, 06 Apr 2021 01:42:13 +0000 https://politicaro.com.br/?p=3746 O Ministério Público do Estado de Rondônia expediu recomendação ao prefeito e aos secretário municipal de Ji-Paraná para que organize a vacinação contra a COVID 19, de modo a evitar aglomerações de pessoas. Na recomendação, a Promotoria de Ji-Paraná orienta que se deve utilizar meios que minimizem as concentrações de pessoas, tais como: distribuição de …

O post Ministério Público recomenda ao municipio de Ji-Paraná a organização da vacinação para evitar aglomerações apareceu primeiro em Política RO.

]]>
O Ministério Público do Estado de Rondônia expediu recomendação ao prefeito e aos secretário municipal de Ji-Paraná para que organize a vacinação contra a COVID 19, de modo a evitar aglomerações de pessoas.

Na recomendação, a Promotoria de Ji-Paraná orienta que se deve utilizar meios que minimizem as concentrações de pessoas, tais como: distribuição de senhas em canais eletrônicos ou em locais e horários diversos do dia da vacinação daquele grupo; dividir os grupos a serem vacinados em parte menores (faixa etária, data de aniversário ou gênero -feminino e masculino), em períodos do dia diferentes (manhã e tarde); aumentar os pontos de vacinação, realizar drive thru também em diversos pontos  e outros meios, com a finalidade de se evitar aglomerações.

No documento, subscrito pela Promotora de Justiça Josiane Mariano Rossi, é determinado ao município comprovar a adequação no prazo de 24 horas, com o envio da programação de vacinação da próxima semana.

Um dois motivos para a recomendação foram as aglomerações ocorridas no último na terça-feira (30/3) nos colégios que ofereceram vacinação contra o COVID 19, e provocaram filas imensas de idosos, que são considerados grupo de risco, contribuindo para o alastramento ainda maior da doença. A Promotoria alerta ainda que que os próximos grupos a serem vacinados tratam-se de pessoas com idades menores, logo a tendência é que sejam grupos cada vez maiores a serem vacinados.

Departamento de Comunicação Integrada (DCI/MPRO)

O post Ministério Público recomenda ao municipio de Ji-Paraná a organização da vacinação para evitar aglomerações apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3746
MPF alerta Mistério da Saúde que oxigênio medicinal prometido para Rondônia e Acre será insuficiente http://politicaro.com.br/mpf-alerta-misterio-da-saude-que-oxigenio-medicinal-prometido-para-rondonia-e-acre-sera-insuficiente/ Sun, 21 Mar 2021 18:01:14 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3738 Na noite dessa sexta-feira (19), o Ministério Público Federal (MPF) enviou um ofício ao Ministério da Saúde (MS) alertando que os municípios de Rondônia e do Acre poderão sofrer desabastecimento de oxigênio medicinal a partir da próxima quarta-feira (24). Com o aumento desenfreado da doença nesses estados, a quantidade de 80 mil m³ que foi …

O post MPF alerta Mistério da Saúde que oxigênio medicinal prometido para Rondônia e Acre será insuficiente apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Na noite dessa sexta-feira (19), o Ministério Público Federal (MPF) enviou um ofício ao Ministério da Saúde (MS) alertando que os municípios de Rondônia e do Acre poderão sofrer desabastecimento de oxigênio medicinal a partir da próxima quarta-feira (24). Com o aumento desenfreado da doença nesses estados, a quantidade de 80 mil m³ que foi estimada há dez dias tornou-se insuficiente para atender a demanda atual e agora são necessários 160 mil m³, além dos 80 mil m³ que a empresa fornecedora local garante entregar.

A empresa que abastece os 33 municípios de Rondônia e ainda alguns hospitais da capital com oxigênio informou ao MPF que os cinco mil m³ oxigênio que chegaram ontem a Porto Velho, transportados pela Força Aérea Brasileira (FAB), só abasteceriam o hospital municipal de Ariquemes por dois dias. Na mensagem enviada ao MPF, a empresa lembra que o primeiro contato que fez com o MS ocorreu no dia 10 deste mês e que passados dez dias o consumo de oxigênio medicinal “continua subindo de forma assustadora em Rondônia e Acre”. Como solução, a empresa aponta que os transportes terrestre e aéreo diários são o único meio de amenizar a crise e evitar um cenário ainda pior do que ocorreu em Manaus.

O procurador da República Raphael Bevilaqua pediu urgência na solução do assunto para que se evite mais mortes pela covid-19. O MS tem até segunda-feira (22) para informar quais medidas serão adotadas.

Íntegra do ofício encaminhado ao Ministério da Saúde 

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Rondônia

O post MPF alerta Mistério da Saúde que oxigênio medicinal prometido para Rondônia e Acre será insuficiente apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3738
Deputado Anderson propõe corte de 20% dos salários dos deputados, promotores, juízes, desembargadores, secretários de estado e governador pelo período que durar a pandemia http://politicaro.com.br/deputado-anderson-propoe-corte-de-20-dos-salarios-dos-deputados-promotores-juizes-desembargadores-secretarios-de-estado-e-governador-pelo-periodo-que-durar-a-pandemia/ Thu, 18 Mar 2021 01:15:27 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3720 Um tema bastante polêmico ganhou força durante a sessão ordinária da Comissão Especial que analisa os decretos do Governo do Estado com relação ao combate à pandemia, ganhou força na tarde desta quarta-feira (17) e deve ser oficializada ainda nesta semana ao governo estadual. O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), indicou ao governo de Rondônia, …

O post Deputado Anderson propõe corte de 20% dos salários dos deputados, promotores, juízes, desembargadores, secretários de estado e governador pelo período que durar a pandemia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Um tema bastante polêmico ganhou força durante a sessão ordinária da Comissão Especial que analisa os decretos do Governo do Estado com relação ao combate à pandemia, ganhou força na tarde desta quarta-feira (17) e deve ser oficializada ainda nesta semana ao governo estadual.

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), indicou ao governo de Rondônia, que seja enviado para a Assembleia Legislativa por parte do Poder Executivo um Projeto de Lei que retira 20% dos vencimentos (salários) de todos os gestores públicos dos órgãos citados, tais como deputados, promotores, juízes, desembargadores, secretários de estado e governador a fim de investimento no combate à pandemia.

De acordo com o deputado, está na hora do governo e de todos os poderes públicos constituídos em Rondônia começarem a cortar na própria carne e dar exemplo, principalmente quando se fala de lockdown, de fechamento do comércio. Também participaram da reunião da comissão, de forma remota, os deputados Jhony Paixão (Republicanos) e Chiquinho da Emater (PSB).

A ideia é que gestores públicos do Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas, Ministério Público, Defensoria Pública e demais órgãos estaduais, abram mão de 20% dos seus vencimentos mensais para que se possa investir na contratação de leitos de UTI, aquisição de medicamentos, de vacinas contra a Covid-19 e até custeio da população, através de um tipo de auxílio.

“Em recente discurso o governador Marcos Rocha disse que abriria mão de 50% do seu salário para ajudar na aquisição de medicamentos e das vacinas que o povo precisa, só que para que isso aconteça, precisa da aprovação de um projeto de Lei pela Assembleia Legislativa e estamos dando a oportunidade para que o governador possa cumprir com a sua palavra. Vamos solicitar ao governo do estado que encaminhe ao legislativo um projeto de lei retirando 20% do seu salário e de todos os gestores públicos estaduais, inclusive os deputados, para que esse recurso seja de fato investido no combate à pandemia”, finalizou o deputado Anderson Pereira, indicando à secretaria da Comissão Especial para que providencie o documento.

Texto e foto: Assessoria

O post Deputado Anderson propõe corte de 20% dos salários dos deputados, promotores, juízes, desembargadores, secretários de estado e governador pelo período que durar a pandemia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3720
Prefeitura de Guajará Mirim é acionada judicialmente por condições precárias no Hospital Regional do município http://politicaro.com.br/prefeitura-de-guajara-mirim-e-acionada-judicialmente-por-condicoes-precarias-no-hospital-regional-do-municipio/ Wed, 17 Mar 2021 03:19:13 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3706 A ação civil pública de nº 1002948-14.2021.4.01.4100, ajuizada pelo Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) foi protocolada na 1ª Vara Federal de Ação Cível da SJRO em desfavor da prefeitura municipal de Guajará Mirim. A razão da petição de tutela urgente antecipada é o fato do Hospital Regional do município não atender às exigências …

O post Prefeitura de Guajará Mirim é acionada judicialmente por condições precárias no Hospital Regional do município apareceu primeiro em Política RO.

]]>
A ação civil pública de nº 1002948-14.2021.4.01.4100, ajuizada pelo Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) foi protocolada na 1ª Vara Federal de Ação Cível da SJRO em desfavor da prefeitura municipal de Guajará Mirim. A razão da petição de tutela urgente antecipada é o fato do Hospital Regional do município não atender às exigências mínimas da legislação referente à Enfermagem, representando considerável risco à sanidade da prestação do serviço público essencial de saúde.

Segundo relata a petição, é clara a situação de insegurança no local, não atendendo às normas mínimas da Enfermagem, com omissão e não prestação, ao menos razoável, dos serviços que garantam a saúde daqueles que necessitam da assistência da rede pública na localidade.

Em inspeção realizada em fevereiro de 2021, foi constatada pelos fiscais do Coren-RO a falta de enfermeiros para coordenar e supervisionar as atividades da Central de Materiais e Esterilização (CME) da instituição, além de não haver Certidão de Responsabilidade Técnica para os serviços de Enfermagem da unidade hospitalar.

“A condição presenciada é desumana e fere preceitos constitucionais da dignidade da pessoa humana. Era nítido o desgaste e o desespero da equipe de Enfermagem, tentando improvisar na tentativa de prestar os cuidados necessários”, diz o relatório. E ainda: “Utilizam a prática da “vaquinha” – emprego de frascos de soro fisiológico 0,9% com seringa agulhada acoplada no vedador do frasco, para reutilização na diluição de medicações. Cumpre esclarecer que tal ato aumenta o risco de contaminação, uma vez que o uso da agulha rompe a barreira de proteção da solução, não sendo possível assegurar a esterilidade deste líquido (…)”, completa.

Falta ventilação para os profissionais da CME, não há equipamento de refrigeração, há baixa iluminação e alta temperatura no ambiente. Outras irregularidades fazem parte do caos instalado na unidade, todas relatadas pela equipe de inspeção.

O Coren-RO requer com urgência que a Justiça determine providências sob pena de multa para o município em caso de descumprimento, com a contratação de profissionais que cubram o déficit constatado e a regularização de todas as obrigações notificadas, prezando pela segurança e legitimidade da assistência de Enfermagem prestada à população da região de Guajará Mirim.

Fonte: Ascom Coren-RO

O post Prefeitura de Guajará Mirim é acionada judicialmente por condições precárias no Hospital Regional do município apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3706
Giac pede ao Ministério da Saúde providências urgentes para evitar falta de oxigênio em Rondônia http://politicaro.com.br/giac-pede-ao-ministerio-da-saude-providencias-urgentes-para-evitar-falta-de-oxigenio-em-rondonia/ Tue, 16 Mar 2021 16:47:19 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3702 O Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia Covid-19 (Giac) enviou ao ministro da Saúde, Eduardo Pauzello, ofício solicitando a adoção urgente de providências para evitar o risco iminente de desabastecimento de oxigênio medicinal do estado de Rondônia. A documentação, elaborada pelo governo de Rondônia e remetida ao Giac pela unidade do MPF no estado, informa …

O post Giac pede ao Ministério da Saúde providências urgentes para evitar falta de oxigênio em Rondônia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
O Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia Covid-19 (Giac) enviou ao ministro da Saúde, Eduardo Pauzello, ofício solicitando a adoção urgente de providências para evitar o risco iminente de desabastecimento de oxigênio medicinal do estado de Rondônia. A documentação, elaborada pelo governo de Rondônia e remetida ao Giac pela unidade do MPF no estado, informa que o sistema de saúde estadual registra 100% de ocupação de leitos de UTI há 48 dias, com fila de espera de 137 pacientes, sendo 98 em estado grave. Quatro municípios já encaminharam à Secretária de Saúde de Rondônia alerta da única empresa fornecedora de oxigênio medicinal, a Cacoal Gases, informando que os estoques devem durar apenas mais 15 dias.

Além das providências para evitar o desabastecimento de oxigênio, o MPF e o Giac pedem que o Ministério da Saúde avalie a possibilidade de destinação diferenciada de vacinas a Rondônia, como foi feito com outros estados da região Norte, considerando a situação de colapso. O ofício que encaminha a solicitação ao ministro da Saúde foi assinado pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, coordenadora nacional finalística substituta do Giac, nesta sexta-feira (12).

Segundo relatório elaborado pelo governo estadual, a demanda por oxigênio em Porto Velho gira em torno de 150.000 m³/mês em hospitais públicos e privados, enquanto no interior do estado é de 55.000 m³/mês. Não há produção de oxigênio em Rondônia. O insumo vem do Mato Grosso do Sul e é fornecido apenas pela Cacoal Gases. Até 10 de março, foram 161.205 casos confirmados de covid-19 em Rondônia, com 3.240 óbitos. No momento, há 15.139 casos ativos e a tendência é de crescimento, com 1.721 novos casos registrados apenas no dia 10 de março.

A documentação alerta ainda que, a exemplo de outros estados da região Norte, Rondônia apresenta características geográficas, dificuldades de acesso, presença importante de populações indígenas, quilombolas e ribeirinhas. Além disso, o período atual é denominado inverno amazônico, com intensa elevação dos níveis fluviais e altos índices pluviométricos, e a sazonalidade de outros vírus respiratórios, que contribuem para a sobrecarga do sistema de saúde, corroborando a necessidade de adoção imediata de providências.

Hospitais de campanha e transferência de pacientes – Também nesta sexta-feira, o Giac enviou ofício circular a todos os governadores, solicitando informações sobre hospitais de campanha. O Gabinete Integrado pergunta quantos hospitais foram instalados em cada local, quantos foram construídos e não entraram em funcionamento e as unidades que estão funcionando atualmente. Em relação às unidades desativadas, os governadores devem informar a data e o motivo do fechamento, além de esclarecer a destinação de insumos e equipamentos que compunham essas estruturas. O prazo para resposta vai até 19 de março.

Em outro ofício, remetido aos Departamentos de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas e de Gestão Interfederativa e Participativa do Ministério da Saúde, o Giac questiona sobre a dinâmica de transferência de pacientes com covid-19 de um estado para o outro no caso de sobrecarga dos sistemas estaduais de saúde e questiona se o Ministério da Saúde já definiu ou pretende definir um fluxo de remoção. Pergunta sobre o papel dos Conselhos Nacionais de Secretários de Saúde (Conass e Conasems) na remoção de pacientes entre diferentes estados, e solicita que o ministério avalie a possibilidade de utilizar a Central Nacional de Regulação da Alta Complexidade para definir o fluxo para a remoção de pacientes.

Íntegras

Ofício – Oxigênio para Rondônia
Ofício circular para governadores
Ofício para uso da CNRAC na remoção de pacientes

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República

O post Giac pede ao Ministério da Saúde providências urgentes para evitar falta de oxigênio em Rondônia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3702
MPF recomenda que Fimca antecipe formatura de alunos de medicina http://politicaro.com.br/mpf-recomenda-que-fimca-antecipe-formatura-de-alunos-de-medicina/ Tue, 16 Mar 2021 16:32:32 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3698 Em recomendação às Faculdades Integradas Aparício Carvalho (Fimca), o Ministério Público Federal (MPF) solicita que a diplomação dos alunos do curso de medicina seja antecipada. No momento, Rondônia não tem quantidade de médicos suficiente para o combate à covid-19 e precisa de novos profissionais para preencher postos de trabalho vagos. A medida provisória de abril …

O post MPF recomenda que Fimca antecipe formatura de alunos de medicina apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Em recomendação às Faculdades Integradas Aparício Carvalho (Fimca), o Ministério Público Federal (MPF) solicita que a diplomação dos alunos do curso de medicina seja antecipada. No momento, Rondônia não tem quantidade de médicos suficiente para o combate à covid-19 e precisa de novos profissionais para preencher postos de trabalho vagos.

A medida provisória de abril de 2020 permite a antecipação da diplomação dos alunos dos cursos de medicina, enfermagem, fisioterapia e farmácia desde que o estudante tenha cumprido 75% do internato curricular, no caso do curso de medicina, ou 75% do estágio curricular obrigatório nos casos dos demais cursos.

De acordo com o MPF, existem acadêmicos do curso de medicina da Fimca que já cumpriram todos os requisitos legais exigidos para a colação de grau, mas a instituição negou a antecipação.

Além da taxa de ocupação de leitos ter chegado a 100%, o estado de Rondônia possui 20 leitos de UTI para tratamento da covid-19 montados e inativos, dependendo apenas de médicos para seu funcionamento.

Segundo os procuradores da República Raphael Bevilaqua e Gisele Bleggi, “as entidades privadas de ensino superior prestam serviço público federal e integram o Sistema Federal de Ensino”. A instituição tem 48 horas para se manifestar a respeito do acatamento.

Íntegra da recomendação

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Rondônia

O post MPF recomenda que Fimca antecipe formatura de alunos de medicina apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3698
Idosos com 78 anos ou mais já podem agendar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 http://politicaro.com.br/idosos-com-78-anos-ou-mais-ja-podem-agendar-a-primeira-dose-da-vacina-contra-a-covid-19/ Tue, 16 Mar 2021 16:22:19 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3694 Idosos com 78 anos ou mais já podem agendar dia e período que desejam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O agendamento para essa faixa etária foi aberto na manhã desta terça-feira (16) pela Prefeitura de Porto Velho e a vacinação ocorrerá nos próximos dias 18 e 19 de março (quinta e …

O post Idosos com 78 anos ou mais já podem agendar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Idosos com 78 anos ou mais já podem agendar dia e período que desejam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O agendamento para essa faixa etária foi aberto na manhã desta terça-feira (16) pela Prefeitura de Porto Velho e a vacinação ocorrerá nos próximos dias 18 e 19 de março (quinta e sexta-feira) no Centro Universitário São Lucas – campus 2.

Por telefone, o agendamento poderá ser realizado através dos números 98473-6948, 98473-4537 que atendem das 8h30 às 17h de segunda a sexta-feira. E pela internet ou através do link https://imuniza.portovelho.ro.gov.br/agendamentovacina. No site, é necessário informar o nome completo, data de nascimento, CPF e telefone. Ainda escolher a data em que deseja ser vacinado, de acordo com a disponibilidade de vaga, o turno da manhã ou tarde e por último confirmar as escolhas na tela.

No último dia 11 de março, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) abriu agendamento para a vacinação da primeira dose em idosos com idade de 79 anos acima. No entanto, até o momento, apenas 50% das mil doses colocadas à disposição foram agendadas. Deste modo, a Comissão de Vacinação da Semusa se reuniu e conforme o Plano de Imunização, decidiu abrir para a faixa etária de 78 anos ou mais.

A vacinação da primeira dose em idosos vai ocorrer nos dias 17, 18 e 19 de março, sendo que as vagas disponíveis para o primeiro dia já estão esgotadas. Segundo a Divisão de Imunização da Semusa, conforme o recebimento de novas doses da vacina, mais vagas e outros públicos serão beneficiados.

“Aqueles que estão dentro da faixa etária que não conseguirem agendar para esta ação não devem se preocupar. Tão logo o Ministério da Saúde envie mais doses vamos atender aos demais idosos, conforme orientação do Plano de Imunização e dos informes técnicos encaminhados juntamente aos lotes de vacinas que recebemos”, explica Elizeth Gomes, gerente da Divisão de Imunização.

Texto: Luciane Gonçalves
Fotos: SMC

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

O post Idosos com 78 anos ou mais já podem agendar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3694
Prefeitura abre processo seletivo para contratar enfermeiros e técnicos de enfermagem http://politicaro.com.br/prefeitura-abre-processo-seletivo-para-contratar-enfermeiros-e-tecnicos-de-enfermagem/ Mon, 15 Mar 2021 20:38:56 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3690 Para reforçar o atendimento nas unidades da rede municipal de saúde, a Prefeitura de Porto Velho publicou, nesta segunda-feira (15), o processo de Seleção Pública Simplificada, destinado à contratação temporária de enfermeiros e técnicos de enfermagem. O Edital 21/SEMAD/2021 dispõe de 85 vagas, sendo cinco delas destinadas a Pessoas com Deficiência (PCD). De acordo com …

O post Prefeitura abre processo seletivo para contratar enfermeiros e técnicos de enfermagem apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Para reforçar o atendimento nas unidades da rede municipal de saúde, a Prefeitura de Porto Velho publicou, nesta segunda-feira (15), o processo de Seleção Pública Simplificada, destinado à contratação temporária de enfermeiros e técnicos de enfermagem. O Edital 21/SEMAD/2021 dispõe de 85 vagas, sendo cinco delas destinadas a Pessoas com Deficiência (PCD).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), são 64 vagas para técnicos de enfermagem com carga horária de 40h, outras 21 vagas para enfermeiros com 30h de jornada de trabalho. O quadro de vagas compreende unidades da zona urbana, distritos e localidades rurais.

As inscrições serão abertas nesta terça-feira (16) e seguem até o próximo dia 21 de março. Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site www.portovelho.ro.gov.br, onde estão disponíveis o edital, a ficha de inscrição online e os procedimentos necessários para a inscrição. Os candidatos deverão, obrigatoriamente no ato da inscrição, enviar os documentos originais escaneados no formato PDF.

A Seleção Pública Simplificada terá vigência de 12 meses após a publicação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período. A vigência do contrato de trabalho será de seis meses, a contar da data de assinatura, ou pelo período que perdurar a pandemia do novo coronavírus, podendo o candidato ser dispensado ou ter seu contrato prorrogado por igual período, a depender do sucesso no combate a referida pandemia.

Outro processo seletivo está em andamento para a contratação de médicosOutro processo seletivo está em andamento para a contratação de médicos

A contratação de mais profissionais é uma das medidas de enfrentamento da pandemia e busca reforçar as equipes de saúde para oferecer melhor atendimento à população.

CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS

Está em andamento outro processo de Seleção Pública Simplificada, esse destinado à contratação emergencial e temporária de médicos. O Edital 17/SEMAD/2021 dispõe sobre vagas para novos clínicos gerais e psiquiatras, para reforçar o atendimento da população nas unidades de saúde do município, durante a pandemia da Covid-19.

Até o momento, 85 médicos já foram classificados mediante os critérios relacionados em edital. A relação completa dos inscritos, classificados e outras informações estão publicadas no site www.portovelho.ro.gov.br.

Texto: Luciane Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

O post Prefeitura abre processo seletivo para contratar enfermeiros e técnicos de enfermagem apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3690
Assembleia Legislativa discute solução para possível crise do oxigênio medicinal nos hospitais de Rondônia http://politicaro.com.br/assembleia-legislativa-discute-solucao-para-possivel-crise-do-oxigenio-medicinal-nos-hospitais-de-rondonia/ Mon, 15 Mar 2021 17:04:42 +0000 http://politicaro.com.br/?p=3686 Uma reunião marcada para às 10h30 desta segunda-feira (15), no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa, vai discutir soluções para a possível crise do oxigênio medicinal em Rondônia, em razão do agravamento da pandemia do coronavírus, com o aumento de casos de internação e utilização do produto no tratamento dos pacientes infectados com a covid-19. …

O post Assembleia Legislativa discute solução para possível crise do oxigênio medicinal nos hospitais de Rondônia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
Uma reunião marcada para às 10h30 desta segunda-feira (15), no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa, vai discutir soluções para a possível crise do oxigênio medicinal em Rondônia, em razão do agravamento da pandemia do coronavírus, com o aumento de casos de internação e utilização do produto no tratamento dos pacientes infectados com a covid-19. O presidente da Casa, Alex Redano (Republicanos), agendou o encontro preocupado com a possibilidade de faltar oxigênio na rede hospitalar de Rondônia, fato que ocorreu no início do ano em Manaus (AM).

“Há esse temor de que falte oxigênio medicinal para abastecer a rede hospitalar em Rondônia, pois o consumo do produto está muito elevado, com o aumento do número de pacientes em tratamento. Para evitar um mal maior, como ocorreu em Manaus, onde faltou oxigênio, estaremos nos reunindo para discutir a real situação e apontar soluções imediatas, pois é essencial ter oxigênio garantido para os pacientes em tratamento com a covid-19 e outras enfermidades que necessitem de ventilação artificial”, explicou o presidente.

A reunião será através de vídeo conferência, com a participação de deputados estaduais, prefeitos, secretaria de Estado da Saúde (Sesau), secretários municipais de saúde, representantes de poderes e instituições, além de representantes da empresa White Martins, que fornece o oxigênio medicinal para a rede hospitalar em Rondônia.

O presidente relatou que muitos municípios já enfrentam a escassez do oxigênio e por isso a empresa White Martins estará nesse encontro online. “Vamos ouvir da empresa qual a situação real no fornecimento de oxigênio. Quais os riscos de ocorrer um desabastecimento e que medidas devem ser tomadas, de imediato. Não podemos deixar o pior acontecer”, acrescentou o presidente.

Alex Redano conclamou os prefeitos, secretários municipais de saúde e a Sesau para que relatem as dificuldades e as necessidades da rede hospitalar. “Conto com a participação virtual de todos, relatando os problemas que enfrentam e como está o estoque de oxigênio nos municípios de Rondônia”, finalizou o presidente Alex Redano.

Texto: Eranildo Costa Luna ALE/RO

Foto: Diego Queiroz ALE/RO

O post Assembleia Legislativa discute solução para possível crise do oxigênio medicinal nos hospitais de Rondônia apareceu primeiro em Política RO.

]]>
3686